Governo do Brasil e Bancada Evangélica emitem notas de repúdio pela morte de cristãos na Nigéria pelo EI

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

O grupo extremista Província do Estado Islâmico na África Ocidental (ISWAP) divulgou na quinta-feira (26) – um dia após o Natal – um vídeo mostrando 11 reféns cristãos sendo decapitados por terroristas.

 

As imagens – sem áudio e com legendas em árabe – foram postadas no canal de notícias online da facção no Telegram.

 

As mortes ocorreram após os reféns pediram, em um vídeo anterior, a negociação de libertação junto à Associação Cristã da Nigéria (CAN). Segundo a mídia local, o ISWAP ainda poupou a vida dos dois muçulmanos.

 

Em nota, o governo brasileiro através do Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty, ofereceu “suas condolências aos familiares e amigos das vítimas” e expressou “sua solidariedade com o governo e o povo nigeriano e com todos aqueles que sofrem, direta ou indiretamente, nas mãos da barbárie de semelhante grupo terrorista.”

 

Leia a nota abaixo:

 

“O governo brasileiro tomou conhecimento, com indignação e consternação profundas, das notícias sobre o assassinato hediondo de onze reféns cristãos por criminosos da autoproclamada “Província do Estado Islâmico na África Ocidental”, que teria ocorrido em território da Nigéria. O Brasil oferece suas condolências aos familiares e amigos das vítimas e expressa sua solidariedade com o governo e o povo nigeriano e com todos aqueles que sofrem, direta ou indiretamente, nas mãos da barbárie de semelhante grupo terrorista.

 

O Brasil coloca hoje seus recursos diplomáticos, com grande ênfase, em favor da liberdade religiosa nos mais diferentes âmbitos, juntamente com outras nações. Empenha-se, de maneira especial, em conscientizar a comunidade internacional sobre a perseguição sofrida pelos cristãos ao redor do mundo e sobre a necessidade imperiosa de combater esse infame tipo de violência.

 

Diante de atos revoltantes como aquele de que se trata aqui, todas as nações e todas as crenças devem unir-se no objetivo de eliminar do mundo os flagelos do terrorismo, da perseguição religiosa e especificamente, neste caso, da violência contra os cristãos.

 

Em sua recente visita à Nigéria, o Ministro Ernesto Araújo manifestou às autoridades daquele país que um dos três pilares centrais da nova visão que desejamos implementar no relacionamento com a Nigéria e com toda a África é a cooperação para promover a segurança e combater o crime em todas as suas formas, inclusive o terrorismo, sabendo dos desafios conjuntos com que se deparam os países dos dois lados do Atlântico Sul e da conexão do terrorismo com o tráfico de drogas, a pirataria e outras formas de crime. O governo brasileiro reitera essa determinação e esse oferecimento.“

 

Bancada Evangélica

 

A Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, conhecida como Bancada Evangélica, também emitiu nota da repúdio pela morte dos onze cristãos na Nigéria pelo grupo extremista Estado Islâmico.

 

Leia a nota abaixo:

 

“NOTA DE REPÚDIO PELA MORTE DE CRISTÃOS NA NIGÉRIA.

 

Recebemos com muito pesar informações de mais um massacre perpetuado por um braço do dito “estado islâmico, grupo terrorista que na Nigéria e África subsaariana é representado pela sua filial Boko Haram.
O motivo? Vingança pela morte de seu líder por forças Norte Americanas há algumas semanas.

 

O que os cristãos são responsáveis por um ato político dos EUA?
Em nosso país, os muçulmanos gozam dos mesmos direitos que qualquer cristão, porém, a contrapartida em grande parte da África e Oriente médio não acontece.
Nós da FPE repudiamos esse ato vil e covarde e esperamos a manifestação do governo nigeriano sobre que atitudes serão tomadas. Bem como esperamos do Itamaraty, da ONU e da Comunidade Internacional ações incisivas para desbaratar as ações criminosas desse grupo.

 

A notícia revoltante sobre o assassinato de cristãos pela “Província do Estado Islâmico na África Ocidental” convoca à união de todas as nações e crenças em favor da liberdade religiosa e especificamente em defesa dos cristãos perseguidos. Nota do MRE: http://itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/21178-assassinato-de-cristaos-pela-provincia-do-estado-islamico-na-africa-ocidental

 

FRENTE PARLAMENTAR EVANGÉLICA NO CONGRESSO NACIONAL.

 

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS