Versículo do dia
Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor. Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne.

Grupo de ex-muçulmanos condena idolatria de católicos

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

1c436161-15bd-4c71-b72c-6b9bdd712923Um protesto organizado por um grupo de ex-muçulmanos convertidos ao cristianismo gerou polêmica na região de Las Vegas, Estados Unidos. Com o nome de “Koosha Las Vegas”, os homens invadiram três igrejas católicas no meio da missa para condenar a idolatria.

 

Eles usavam camisetas com as inscrições “Trust Jesus” [Confie em Jesus] e “Jesus is the Only Hope” [Jesus é a única esperança]. Além de gritar palavras de ordem, entregavam panfletos acusando os católicos de “pecaram contra (Deus) e violaram suas leis”.

 

No vídeo filmado num dos protestos, um homem grita: “Arrependam-se e voltem para Jesus Cristo! O Papa é Satanás! A imagem de Maria é Satanás!”. A mensagem de condenação da idolatria vem em seguida: “Deixem de adorar ídolos! Os ídolos não irão lhes salvar! Vocês precisam de Jesus Cristo! Vocês precisam do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.

 

A polícia local foi chamada, mas não prendeu ninguém. Tecnicamente, não houve crime. Mesmo assim, o especialista Randy Sutton acredita que os homens podem ter violado uma lei estatal que classifica irrupções de eventos religiosos como “agressão”.

 

O Koosha também fez protestos em uma escola católica semana passada, gritando aos alunos que passavam: “Se virem o Catecismo da Igreja Católica e as Escrituras, entenderão por que Deus odeia este sistema religioso”.

 

A diocese de Las Vegas anunciou que está trabalhando juntamente com a polícia para proteger os templos desse tipo de incidente. Em sua defesa, os integrantes do Koosha acreditam que o catolicismo distorce o cristianismo bíblico, pois impõe uma tradição de adoração a imagens que viola os mandamentos.
Saídos do islamismo e tendo aceitado a Jesus, eles acreditam que essas igrejas deveriam adorar somente a Cristo.

 

 

Com informações de Catholic News Agency e The Blaze

 

OUTRAS NOTÍCIAS