Hospital da Mulher permite acompanhante desde julho

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Restrições no início da pandemia seguiam decisão da SESAB

A Fundação Hospitalar de Feira de Santana (FHFS) esclarece que um dia antes à decisão do Judiciário baiano (15 de julho), determinando a presença de acompanhante a gestantes em parto, já estava assegurado esse direito no Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher.

A suspensão ocorrida neste setor, no início da pandemia, seguiu recomendações de nota técnica nº 069/2020, emitida pela SESAB (Secretaria da Saúde do Estado da Bahia), e preservava a saúde das parturientes e recém-nascidos. No entanto, nas enfermarias e no Centro de Parto Natural (CPN) o direito a acompanhante sempre esteve garantido à mulher.

A diretora-presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas, informa que a decisão da SESAB foi revogada em julho, e reitera que todas as gestantes têm direito a uma pessoa durante o trabalho de parto e pós parto.

“Mesmo no momento mais crítico da pandemia, com limitações e menores de idade, tiveram o seu direito preservado e respeitado”, afirma.

Foto; Anderson Cley- Secom

OUTRAS NOTÍCIAS