Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 11/03/2019

Igreja Católica é “a instituição mais hipócrita” do mundo, diz presidente filipino

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, parece cultivar uma revolta pessoal contra religiões de origem cristã, especificamente contra o catolicismo romano. Conhecido por suas declarações polêmicas e insultos ao líder do Vaticano, dessa vez ele prometeu que a Igreja Católica Romana “desaparecerá em quase 25 anos” do seu país.

 

A declaração de Duterte foi dada no último dia 25 do mês passado, onde ele chamou os bispos católicos de “tolos inúteis” e “filhos da p***”, afirmando que quase todo o clero da Igreja romana estaria corrompido moralmente.

 

“Quando eles ficam com tesão eles vão atrás de freiras. Se eles são gays, eles vão atrás de garotos jovens. Quem precisa de uma religião como essa?”, declarou Duterte.

 

Duterte falou ainda que a maioria dos bispos católicos são gays, e que por isso deveriam “sair ao ar livre, cancelar o celibato e se permitir ter namorados”, classificando a Igreja Católica como “a instituição mais hipócrita” do mundo, segundo informações do UOL.

 

O presidente filipino também chocou a sociedade ao convocar os cidadãos para matarem os líderes cristãos em seu país, em dezembro passado. “Esses bispos que vocês tem, matem-nos. Eles são bastardos inúteis. A única coisa que sabem fazer é criticar”, disse ele.

 

A ignorância de Duterte se voltou até contra Deus, chamando o Senhor de “estúpido” e “filho da p***” em outro discurso, prometendo renunciar ao cargo de presidente caso alguém lhe provasse a existência do Criador.

 

Além das declarações levianas de cunho religioso, Duterte também se mostra intolerante no combate as drogas em seu país, tratando os dependentes químicos como pessoas dignas de morte, o que já resultou na morte de pelo menos 2.400 pessoas desde o início da implantação da sua nova política antidrogas, segundo o El Pais.

 

Gospel +