Versículo do dia
Louvai ao Senhor! Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em seus mandamentos tem grande prazer.

Igreja pede que decapitação de estátua de Jesus seja investigado como crime de ódio

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A Arquidiocese de Miami pediu para que as autoridades investiguem se um ataque a uma estátua de Jesus, que foi decapitada em uma igreja católica no oeste da cidade, foi motivado por ódio, informou a imprensa local.

O padre brasileiro Edivaldo da Silva Oliveira, da Paróquia Bom Pastor, em West Kendall, encontrou uma estátua no chão após ter sido arrancada do pedestal no dia anterior.

“Supomos que seja vandalismo”, comentou o religioso ao canal “Local 10”, destacando também que a Igreja Católica tem relatado um número crescente de locais sagrados vandalizados, da Flórida até à Califórnia.

A porta-voz da Arquidiocese de Miami, Mary Ross Agosta, disse que a instituição espera que a polícia “investigue esta profanação como um crime de ódio.
“Este é mais um ataque à Igreja Católica que está acontecendo em todo o país”, argumentou.

A polícia do condado de Miami-Dade confirmou que os funcionários do distrito de Hammock e o Departamento de Segurança Interna já investigam o incidente.

“As pessoas encontram a paz neste tipo de lugar, especialmente durante estes tempos”, disse Argemis Colome, porta-voz da polícia do condado.

No sábado da semana passada, uma igreja no centro da Flórida foi atacada quando várias pessoas se preparavam para a missa. Steven Shields, de 23 anos, foi de carro até a porta principal da Igreja Católica Rainha da Paz, em Ocala, ao norte de Miami.

O jovem foi acusado pelo gabinete do xerife do condado de Marion de incendiar o local, o que causou grandes danos, sem deixar ninguém ferido. Shields foi detido no domingo e responde por tentativa de homicídio em segundo grau e incêndio provocado.

Fonte: UOL

OUTRAS NOTÍCIAS