Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 26/04/2019

Incomodada com barulho de igreja, mulher ataca fiéis a ovadas

Uma senhora perdeu a paciência com o barulho de uma igreja vizinha à sua casa e decidiu protestar jogando ovos contra os fiéis.

 

O caso foi registrado na cidade de Bauru, no interior de São Paulo, no último domingo, 21 de abril. A Polícia Militar foi acionada por um frequentador de 56 anos, que alegava ter sido atingido por um ovo quando chegou para a missa.

 

De acordo com informações do portal G1, os policiais foram ao templo e, em seguida, à casa da moradora incomodada. Ao questionarem o motivo da agressão, ela afirmou que sua mãe já é bastante idosa e que o barulho da igreja estaria incomodando.

 

O ataque a ovadas aos fiéis foi testemunhado por diversas pessoas, que relataram à PM que não seria a primeira vez que a mulher faz isso. O caso foi registrado como “ultraje a culto e impedimento a perturbação de ato a ele relativo”.

 

Poluição sonora

 

A poluição sonora é uma das principais fontes de atrito entre as igrejas evangélicas que usam templos adaptados e seus vizinhos. Na comarca de Sombrio, em Santa Catarina, o imbróglio terminou com um processo.

 

O prédio usado pela igreja foi construído em área predominantemente urbana, cercado por casas e estabelecimentos comerciais, e nos dias de culto o nível de ruído era excessivo. Como o pastor era responsável legal pela igreja, acabou responsabilizado pelo crime de poluição sonora. Além da pena de serviços comunitários e/ou a entidades públicas, ele deverá pagar multa de um salário mínimo.

 

O templo da igreja não possuía isolamento acústico apropriado e os cultos produziam barulho em níveis que extrapolavam os limites estabelecidos, em níveis considerados prejudiciais à saúde humana, à segurança e ao sossego público no entorno.

 

Gospel +