Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 25/09/2018

Índices positivos do trânsito em Feira são destaque em pesquisa nacional

O índice de óbito no trânsito de Feira de Santana teve destaque positivo entre os indicadores de segurança na pesquisa realizada pela Macroplan, uma das maiores empresas de consultoria do país, no estudo “Desafios da Gestão Municipal” que apresenta uma análise da evolução recente das 100 maiores cidades brasileiras em termos populacionais (acima de 273.000 habitantes). Sobre o Índice de Desafios da Gestão Municipal – IDGM que avalia segurança no trânsito, Feira ficou na frente de capitais importantes como Aracaju, Natal, Salvador, e grandes municípios como Camaçari, Vitória da Conquista, Caruaru, Olinda, e Pelotas.

 

Nesta análise da Macroplan, que avaliou uma década da gestão municipal, foi possível avaliar a performance de cada município através do cluster, que agrupa as cidades com características similares. O cluster em que Feira de Santana se encontra envolve 15 municípios de diversas regiões do país. Os melhores colocados no ranking do IDGM-Segurança possuem menores taxas de homicídios combinadas com baixas taxas de óbitos por acidentes de trânsito. Feira de Santana alcançou o 5º lugar geral no ranking cluster do IDGM, Já na taxa de óbito no trânsito, ela alcançou o 2º lugar.

 

De acordo com a pesquisa, a cidade diminuiu em 56,2% o número de óbitos no trânsito entre o período de 2006 a 2016. Dentro desta perspectiva, os resultados se tornam ainda mais expressivos entre 2016 e 2017 quando houve uma redução de 40% nos índices de óbito no trânsito de Feira de Santana em apenas um ano. Foram também registradas 30% menos multas, 18% menos acidentes com vítimas.

 

Para o Superintendente municipal de trânsito, Maurício Carvalho, os investimentos na parte de sinalização, no operacional (setor de engenharia), no ordenamento do trânsito casado com as atividades desenvolvidas pelo núcleo de educação, com vários projetos de conscientização, é um somatório de um trabalho em conjunto que reflete na segurança do trânsito e na qualidade de vida da população. “É uma mudança de cultura, mudança de mentalidade, aliado a todo o trabalho de atuação do nosso operacional e núcleo de educação com os projetos educativos, tudo isso vem refletindo em novas marcas positivas no trânsito de Feira de Santana”, avalia.

 

Estes dados demonstram que com as ações qualificadas da Superintendência Municipal de Trânsito na busca constante por melhorias na mobilidade urbana, através de intervenções, sinalização e modernização do tráfego, além dos trabalhos de educação e conscientização da população, resultam em um trânsito mais seguro. Aliado a isso, a mudança na cultura por parte dos condutores resultam num trânsito mais humanizado.

 

DADOS MACROPLAN:

 

 

2006 / 2016

Índice Posição / Índice Posição

Taxa de óbitos no trânsito (Por 100.000 habitantes) 12,1 12º 5,3 2º

DADOS SMT:

2016/2017 – Diminuição de 40 % no índice de mortes

2016 – 10 morte no trânsito

2017 – 6 mortes no trânsito

 

 

Secom