Versículo do dia
Da soberba só provém a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria.

Israel cancela emissora de TV cristã sob acusação de evangelizar judeus

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Israel decidiu remover a estação cristã evangélica GOD TV, com sede nos EUA, do provedor israelense de televisão a cabo HOT, devido a alegações de que estava tentando evangelizar judeus.

Asher Biton, presidente do Conselho de Transmissão por Satélite e Cabo de Israel, disse que a emissora tem sete dias para interromper a transmissão.

“O canal apela a judeus com conteúdo cristão”, declarou Biton, conforme relatado pela Associated Press, alegando que o “pedido original” da emissora deveria ser uma “emissora voltada para a população cristã”.

No início deste ano, a GOD TV lançou um novo canal chamado “Shelanu TV”, que significa “nosso” em hebraico. O canal assinou um contrato de sete anos com a HOT, a maior empresa de TV por assinatura em Israel, para transmitir histórias da comunidade messiânica ao público israelense.

Inicialmente, o Conselho de Transmissão por Cabo e Satélite concedeu à HOT uma licença para transmitir o conteúdo da TV Shelanu. O canal messiânico rapidamente atraiu reação de críticos, que o acusaram de evangelizar os judeus propositadamente.

Embora o evangelismo seja permitido em Israel, é ilegal fazer proselitismo para menores ou usar ferramentas para atrair alguém à outra religião.

A estação de TV GOD em Israel, conhecida como Shelanu, negou que esteja violando seus termos. Ron Cantor, diretor regional da God TV em Israel, disse ao site de notícias judaico messiânico Kehila News que as alegações contra a emissora “simplesmente não são verdadeiras”.

“Desde o primeiro dia em que nos encontramos com a HOT, ficou muito claro o que queríamos transmitir: judeus messiânicos compartilhando sua fé em Yeshua de várias maneiras, de entrevistas, música a histórias pessoais. E é isso que fazemos até hoje ”, afirmou.

No entanto, muitos ficaram indignados quando o CEO da rede, Ward Simpson, disse em um vídeo promocional que a Shelanu pretendia “levar o Evangelho de Jesus às casas, vidas e corações do povo judeu”.

Depois de iniciar uma investigação sobre a Shelanu TV, o conselho retirou a licença de transmissão da HOT, alegando que o conteúdo e as intenções do canal deturpam o licenciamento.

Ron Cantor disse à CBN News que a HOT solicitará uma nova licença. Ele também pedirá ao conselho que retire o pedido de encerrar as atividades da Shelanu TV em sete dias.

“Espero que eles aprovem a nova licença. Caso contrário, será um grande choque e decepção para milhões de evangélicos que amam Israel, que estão com Israel, que se opõem ao antissemitismo e ao boicote a Israel. Eles ficarão chocados com o fato de Israel estar perseguindo suas comunidades judaicas messiânicas”, disse ele.

O diretor da GOD TV disse que, se Israel não conceder a licença à HOT, seria um “ato ilegal” que vai contra os “ideais do país” e a Shelanu será forçada a levar o caso para a justiça.

Folha Gospel com informações de The Christian Post, Guia-me e CBN News

OUTRAS NOTÍCIAS