IURD é condenada a pagar contribuições sindicais no MS

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

unnamed (1) A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar R$ 3,7 milhões em contribuições sindicais. A 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho do Mato Grosso do Sul (MS) entendeu que a igreja é uma empresa com fins lucrativos e isso a obriga a pagar contribuições sindicais.

 

Quem receberá o valor será o Sindicato das Entidades Culturais Recreativas de Assistência Social de Orientação e Formação Profissional do MS que defende profissionais que trabalham em instituições assistencialistas ou educativas.

 

Os 3,7 milhões de reais são referentes aos 31 templos que a Igreja Universal mantém no Estado e se referem aos anos de 2003 a 2007, período que os advogados da igreja não conseguiram comprovar que ela não exerce atividade econômica com fins lucrativos.

 

A igreja já havia perdido o processo em primeiro grau e entrou com um recurso julgado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, o recurso foi negado e então a IURD precisou entrar com agravo de instrumento junto ao TST e obteve esta condenação.

 

Com informações TST

OUTRAS NOTÍCIAS