Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/02/2019

Jaguara será alvo de ação do Comitê de Enfrentamento a Dengue nesta terça

As ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, estarão voltadas ao distrito de Jaguara na próxima terça-feira, 19. A população contará com o mutirão de atendimento de saúde, coleta de exames laboratoriais e palestras, a partir das 8h, na localidade do Rio do Peixe.

 

A decisão para operação de estratégias no distrito, e também em outras localidades, foi estabelecida pela Prefeitura após reunião do Comitê de Enfrentamento a Dengue, nesta sexta-feira, 15, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde. O encontro contou com a presença de representantes do Exército, Núcleo Regional de Saúde, Secretaria Municipal de Serviços Públicos, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Agricultura, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Naturais, Secretaria Municipal de Prevenção a Violência e Universidade Estadual de Feira de Santana.

 

“Estamos trabalhando com os profissionais de saúde, realizando capacitações já há alguns anos. O que precisamos agora é aproximar a comunidade na parceria do combate e prevenção”, ressalta a secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas

 

Entre as estratégias colocadas em pauta na reunião está a expansão do “bota fora”, que consiste na coleta de objetos e materiais inservíveis com apoio de caminhão em alguns bairros da cidade. “Nosso maior problema é o descarte irregular dos objetos. Então uma programação conjunta com as Secretarias e instituições aqui envolvidas será de grande contribuição”, enfatiza Deibson de Souza, chefe de gabinete da Secretaria de Serviços Públicos.

 

Além das ações intensivas nas áreas com maior incidência de focos do Aedes Aegypti, profissionais de saúde estão sendo capacitados dentro dos pronto-socorros do município. O treinamento e conscientização também será expandido para equipes que atuam nas áreas de educação, desenvolvimento social, segurança pública, entre outros, tendo como foco a disseminação de informação acerca da prevenção ao mosquito, o reconhecimento precoce dos sintomas associados a dengue, a importância de procurar atendimento de saúde e os riscos da automedicação.

 

Secom