Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 20/09/2018

JOCUM levanta 1 milhão de intercessores e conta o impacto espiritual no campo missionário

Missões de evangelismo são importantes para levar o amor de Jesus Cristo aos quatro cantos da terra, mas elas não são possíveis sem haver oração constante. Por conta disso, a JOCUM (Jovens Com uma Missão) se uniu ao ministério Casa Internacional de Oração (IHOPKC) para levantar 1 milhão de intercessores em prol do Reino de Deus, e os resultados são visíveis.

 

“No Oriente Médio, mais e mais pessoas estão tendo visões de Jesus. O movimento de oração literalmente multiplicou o que está acontecendo. Estamos vendo os resultados da oração multiplicando os resultados das missões”, disse Loren Cunningham, fundador da JOCUM lado à sua esposa, Darlene.

 

A organização missionária Jovens Com uma Missão foi fundada pelo casal em 1960, se tornando uma das mais importantes instituições cristãs do mundo, com 18 mil missionários atualmente e 1.200 centros de atuação distribuídos em 180 países.

 

A parceria de oração com a IHOPKC, fundada em 1999 pelo pastor Mike Bickle em Kansas City, nos Estados Unidos, apenas reforçou o fortalecimento de ambos os ministérios em prol da ação de Deus sobre a terra.

 

A proposta de levantar 1 milhão de intercessores surgiu em setembro de 2016, quando Loren desafiou Mike a cobrir de oração os missionários da JOCUM pelo mundo, já que o IHOPKC é um ministério dedicado à oração em tempo integral, 24 horas por dia.

 

“Vocês precisam sustentar os missionários em oração”, disse Loren na época, sendo respondido prontamente pelo pastor Mike. “Nós amamos o que o Senhor tem feito através de toda a família JOCUM por mais de 50 anos e estamos nos comprometendo a cobri-los em intercessão para que o Reino avance nas nações”, disse o pastor.

 

“O maior movimento missionário da história precisa da maior cobertura de orações da história”, destaca. Desde então os missionários têm observado um despertar espiritual para o Reino de Deus, proporcional ao aumento da intolerância ao cristianismo. Para Loren, no entanto, este é um sinal de reação do maligno ao avanço do Evangelho.

 

“Haverá uma perseguição crescente em todo o mundo, mas essa perseguição é porque o inimigo tem medo”, disse ele, explicando que todos nós precisamos ficar preparados para lidar com isso através da pregação.

 

“Milhões de pessoas estão sendo prejudicadas por desastres naturais, terrorismo, guerras e rumores de guerras. Quando começamos a entender o que Deus está fazendo, precisamos ter uma Bíblia em todos os lares do mundo. Ao fazermos isso, vamos ver as coisas maravilhosas que Deus está fazendo”, conclui o missionário.

 

Com informações: Guiame.