Jogador Ibrahimovic diz que deixou de acreditar em Deus após morte do irmão

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O atacante do Milan, Zlatan Ibrahimovic, é um dos melhores que o futebol já produziu, não só pelos gols, pelo desempenho ou pela liderança, mas também por sua personalidade peculiar.

O sueco normalmente não revela muitos detalhes de sua vida privada, nem das implicações de seu passado, mas, recentemente, se abrir publicamente sobre um dos eventos que marcaram sua vida: a morte de seu irmão Shapko.

“Todos os dias recebia notícias de morte de alguém que ele sabia. Ele ajudou os refugiados e sempre tentou me proteger de tudo isso. Quando sua irmã morreu na Suécia, eu não estava lá. Mas quando meu irmão Shapko morreu de leucemia, eu fui embora. Meu irmão estava esperando por mim, ele morreu na minha frente. Enterramos ele segundo os costumes muçulmanos. Meu pai não derramou uma lágrima, no dia seguinte foi ao cemitério e chorou de manhã à noite. Sozinho”, conta o atacante.

Desde então, Ibrahimovic admite que deixou de acreditar na religião: “Não acredito em Deus. Só em mim mesmo. Foi assim que aprendi a transformar o ódio em uma arma”, comenta.

Fonte: Último Segundo- Imagem instragram

OUTRAS NOTÍCIAS