Jogador venezuelano é abandonado por empresário, desiste do futebol e vira cantor gospel no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Venezuelano agora segue sonho de se tornar cantor gospel profissional — Foto: Paloma Costa

Um venezuelano de 33 anos foi abandonado em um aeroporto por seu empresário após vir ao Brasil para seguir o sonho de ser jogador de futebol. Atualmente, ele reside em São Vicente, no litoral de São Paulo, e agora tenta se estabelecer em sua carreira na música gospel.

Ao g1, Manuel Mogollón Díaz contou sua trajetória até chegar ao país, suas decepções com o esporte e suas expectativas na carreira musical. “Minha paixão pelo futebol começou quando eu tinha 10 anos, durante a Copa do Mundo de 1998. Quando o Brasil perdeu, chorei tanto, mas decidi que um dia gostaria de jogar bola”, disse. Aos 13 anos, Manuel começou a jogar futsal pelo Madeirense, onde disputou suas primeiras partidas.

Nascido em El Tigre, na região de Anzoátegui, na Venezuela, Manuel tinha uma vida considerada de classe média alta. Com 15 anos, ingressou na universidade para cursar Engenharia Mecânica. “Passei a jogar pelo time da universidade, assim, conseguia dividir as responsabilidades”.

Foi nessa mesma época que o jovem começou a ter contato com a igreja, e começou a participar do grupo de música do templo que frequentava. Ele participava de forma ativa dos louvores, já que veio de uma casa que tinha o costume de cantar em família. Mas, até o momento, nada poderia atrapalhar seu sonho de ser jogador de futebol.

Quando fez 22 anos, Manuel finalmente teve a oportunidade que sempre quis, foi chamado para atuar em um time brasileiro. O América Pontagrossense Futebol Clube o recebeu por pouco tempo, pois surgiu uma oportunidade de jogar no Real Minas, de Minas Gerais, local que, apesar de ter feito grandes amizades, o marcou de forma negativa.

Fonte G1

 

OUTRAS NOTÍCIAS