Jornalista Sandra Annenberg diz que Moisés foi “abandonado pelos pais” e recebe críticas na internet

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

sandra1 A jornalista Sandra Annenberg vem recebendo críticas nas redes sociais por causa de um comentário simplista feito por ela durante o Jornal Hoje da última quarta-feira, 01 de abril, após a exibição de uma reportagem sobre o caso de um bebê abandonado.

 

A criança recém-nascida foi batizada de Moisés após ser encontrado em uma lixeira na cidade de Intermares (PB). As enfermeiras que o atenderam resolveram dar o nome do líder hebreu ao menino, e a jornalista explicou que a escolha havia sido feita porque Moisés “também foi abandonado pelos pais”.

 

Essa frase foi suficiente para que internautas reclamassem da imprecisão jornalística de Sandra: “Moisés não foi abandonado pelos pais! Estava sendo protegido por causa do decreto que determinava a morte de todos os bebês hebreus homens”, protestou uma internauta em seu perfil no Twitter.

 

“O ‘Jornal Hoje’ errou feio em dizer que o personagem bíblico Moisés foi abandonado pelos pais ainda pequeno”, comentou outro usuário. A mesma reclamação se repetiu diversas outras vezes.

 

A Bíblia Sagrada conta que Moisés foi posto por sua mãe em uma cesta impermeabilizada e colocado propositalmente no rio Nilo para que a corrente o levasse à área que uma filha do faraó se banhava, e assim, ela o encontrasse e o adotasse. A estratégia foi usada para evitar que o bebê fosse morto pelos egípcios devido a um decreto que condenava à morte todos os bebês hebreus do sexo masculino.

 

Criado na realeza, Moisés cresceu com a melhor educação e alimentação da época, e tornou-se líder do povo hebreu décadas depois, quando descobriu sua verdadeira origem, guiando o povo durante o êxodo à Terra Prometida.

 

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS