Justiça manda igreja tirar outdoor homofóbico

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Reprodução/ Redes sociais

De acordo com a decisão da juíza Ana Flavia Melo Vello, da Segundo Vara Cível, o templo cristão teve um prazo de 24 horas para que o painel fosse retirado, sob pena de multa diária de R$ 2 mil.

Além disso, de acordo com o jornal A Gazeta, a decisão ainda determina que a igreja não volte a veicular outdoors com “mensagens de caráter preconceituoso ou discriminatório à comunidade LGBTQIA+”.

No cartaz, uma família aparece se protegendo de uma “chuva de arco-íris”, acompanhada da mensagem: “A bíblia é a única proteção contra o ativismo LGBTQIA+”.

Em contato com o portal, o pastor sênior Luciano Estevam Gomes afirmou que não “há nada contra os homoafetivos e, sim, contra o ativismo [do movimento]”.

Com informações do Bahia Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS