Justiça penhora R$ 100 mil em bens pessoais do pastor Valdemiro Santiago

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Por causa de dívidas referentes ao aluguel de um templo em Sertãozinho, cidade localizada no interior de São Paulo, o pastor e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdemiro Santiago, teve R$ 100 mil em bens pessoais penhorados pela Justiça de São Paulo. As informações são do colunista Rogério Gentile, da Folha de S. Paulo.

A decisão foi proferida pelo juiz Nemércio Rodrigues Marques, que condenou o pastor pelas dívidas do imóvel com 343,32 m² alugado em 2017.

A igreja chegou a fazer um acordo com a empresa proprietária do prédio, Branca Holding, mas não cumpriu. Por isso, a companhia resolveu solicitar a execução orçamentária dos bens pessoais de Valdemiro na Justiça.

Contudo, o pastor alegou que não faz parte do quadro societário da igreja e, por conta disso, não tem responsabilidade pelo aluguel do imóvel. Ele ainda pode recorrer da decisão.

No processo, a defesa da Igreja Mundial do Poder de Deus alegou que vem passando por dificuldades financeiras devido a pandemia de Covid-19: “A igreja depende única e exclusivamente das contribuições de seus fiéis para manutenção dos pagamentos de seus fornecedores, parceiros e colaboradores”.

Fonte Isto é

 

OUTRAS NOTÍCIAS