Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/08/2018

Kaká vai voltar ao Milan como aprendiz de gestor de futebol

O Milan da Itália tem passado por mudanças importantes na gestão de futebol. O proprietário chinês Li Yonghong passou o controle do clube para o fundo norte-americano Elliott, que tem resgatado ídolos aposentados para ocupar cargos na diretoria.

 

O primeiro a voltar foi o brasileiro Leonardo, que assumiu a função de diretor esportivo há duas semanas. Logo de cara, o brasileiro teve papel importante na contratação do atacante Higuaín. “Eu conhecia o Leonardo de antes, eu vi a confiança em seus olhos e para mim isso foi uma forte motivação para vir a Milão”, disse o centroavante argentino em sua coletiva de apresentação.

 

No último domingo, Paolo Maldini, considerado por muitos o maior ídolo da história do clube, pelo qual atuou por mais de 25 anos e conquistou 26 títulos, assumiu a função de Diretor de Desenvolvimento e Estratégia Esportiva. No entanto, as contratações para o corpo diretivo não devem parar por aí. Nesta segunda-feira, na entrevista coletiva de apresentação do ex-zagueiro, Leonardo revelou que Kaká deve ser o próximo, mesmo que como aprendiz.

 

“Kaká ama o Milan, será meu aprendiz. Expressou o seu desejo de aprender como ser gestor, para saber como funcionam as coisas e estar por perto. O último bola de ouro do Milan vai regressar ao clube” declarou o cartola que com o retorno dos ídolos e o investimento de 150 milhões de euros (por volta de R$ 690 milhões) prometidos pelo fundo norte-americano Elliott, o Milan quer voltar a ser protagonista no futebol europeu.

 

Tribuna da Bahia-Foto: Divulgação/Arquivo/AFP