Ladrão assalta lotérica, se arrepende, vai à igreja confessar o crime e pede para ser preso

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

ladrao-arrependido Arrependido de um assalto que praticou, um ladrão foi a uma igreja evangélica, confessou o crime e pediu para ser preso. O caso foi registrado na cidade de Monte Aprazível, interior de São Paulo.

 

O rapaz, identificado como Gilliard França, de 34 anos, havia assaltado a lotérica da cidade com um comparsa, e depois de levar os R$ 10 mil do caixa do estabelecimento, tomou um taxi e fugiu para a cidade vizinha de São José do Rio Preto.

 

Horas depois, seu parceiro de assalto foi preso com o dinheiro após denúncia do taxista que os levou a Rio Preto. Gilliard escapou da prisão, mas arrependido, foi a uma igreja e confessou o crime. Um policial que estava no local, à paisana, o aconselhou sobre como proceder para se entregar.

 

“Ele chegou contando que havia participado de um assalto, estava arrependido e queria orientações do que fazer. Perguntei se podia ligar no 190, e ele prontamente aceitou. Aí foram tomaram as devidas providências”, contou o policial militar Gustavo Camargo, em entrevista à TV TEM.

 

O policial que foi destacado para efetuar a prisão de Gilliard chama-se Clodoaldo de Jesus. A repórter que fez a reportagem não evitou a piada: “Com Jesus de farda, não teve jeito”.

 

O PM Camargo, que é frequentador da igreja, afirmou que se Gilliard está mesmo arrependido, será perdoado por Deus, mas “a consequência do pecado não tem jeito: ele será indiciado, será julgado e vai pagar pelo que fez”, concluiu.

 

A dupla de assaltantes foi encaminhada para o Centro de Detenção Provisória de São José do Rio Preto, onde aguarda a conclusão do inquérito e o julgamento.

 

Gospel +

 

OUTRAS NOTÍCIAS