Líderes religiosos pedem para Zuckerberg não criar Instagram Kids

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp
Divulgação

Mais de 70 líderes religiosos solicitaram ao CEO da Meta, Mark Zuckerberg, que encerre o projeto da empresa de lançar uma versão do Instagram exclusiva para crianças. A carta foi enviada, nesta terça-feira (8), por intermédio do grupo de advocacia Fairplay e sua rede Children’s Screen Time Action Network, segundo a Reuters.

“Depois de muita meditação e oração, afirmamos que as plataformas de rede social que visam cérebros imaturos, praticam mineração de dados antiética e são inspiradas pelo lucro não são uma ferramenta para o bem maior das crianças”, ressalta trecho da carta, que pede para que Zuckerberg reconheça as preocupações espirituais e seculares em relação ao Instagram Kids.

Vale salientar que a Meta enfrenta muita polêmica em torno da criação de uma versão infantil do Instagram. A empresa é criticada por entidades ligadas aos direitos das crianças, como também por parlamentares e membros da sociedade civil.

Documentos vazados do Facebook, em 2021, apontaram que a Meta sabia que há problemas no Instagram, que podem causar danos à saúde mental de adolescentes. No entanto, não tomou nenhuma providência. Depois, a empresa divulgou que adiou os planos para a criação do Instagram Kids. No entanto, não informou oficialmente a desistência do projeto.

Fonte – Revista Comunhão Por Patrícia Scott

OUTRAS NOTÍCIAS