Lula processa padre que o chamou de “o maior ladrão que o mundo já viu”

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não gostou de ter sido criticado por um padre da cidade de Laranjal Paulista, no interior de São Paulo, durante uma missa. Na ocasião, o líder religioso chamou o petista de “o maior ladrão que o mundo já viu”, o que terminou resultando em um processo judicial.

O padre se chama Edison Geraldo Bovo, e na gravação ele aparece dizendo que Lula teria utilizado recursos oriundos de práticas criminosas para “pagar Supremo Tribunal” e advogados.

“O maior ladrão que o mundo já viu, o senhor Luiz Inácio Lula da Silva. Coitada da família dele, dos pais, da mãe que tem vergonha disso. Onde você pesquisar no mundo, é o pior”, disparou o religioso.

“Sabe quanto que nós pagamos pra dizer que ele é bonzinho? (…) Esse dinheirinho é usado para pagar Supremo Tribunal, os advogados, para dizer ele é inocente, ele não fez nada, ele é bonzinho. (Lula) vai se candidatar e muita gente vai votar nele. Para com isso, gente. Se vocês não querem viver, se vocês estão cansados da vida, não judiem dos seus filhos, não judiem da geração que vai chegar”, completou o padre.

Fonte: Gospel+

OUTRAS NOTÍCIAS