Versículo do dia
Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou? E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.

Mais de 130 cavalos e outros animais de grande porte, mortos, recolhidos nas ruas em seis meses

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Mais de 130 cadáveres de animais de grande porte, cavalos principalmente, foram deixados em logradouros e terrenos baldios por seus proprietários, nos seis primeiros meses do ano, em Feira de Santana. A informação é da Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

 

De acordo com o secretário Justiniano França, precisamente 133 animais de grande porte mortos foram recolhidos, de janeiro a junho, encaminhados para o aterro sanitário da cidade. Apenas no primeiro mês do ano, 28. Em fevereiro, 21; março 16; abril, 23; maio, 23 e junho 22.

 

Ele informou que o atropelamento por automóveis é a principal causa da morte desses animais. Eles também morrem por doenças ou mesmo pela idade avançada.

 

Os acidentes envolvendo os animais ocorrem porque, segundo o secretário, uma grande quantidade deles vivem soltos pelas ruas, em meio ao trânsito, mesmo havendo fiscalização da Prefeitura e lei que multa os proprietários infratores.

 

Justiniano alertou que o descarte incorreto de animais mortos é crime – causa danos ao meio ambiente e à saúde humana, uma vez que um corpo em decomposição provoca mau cheiro, proliferação de pragas, pode contaminar o solo, atingir o lençol freático e transmitir doenças.

 

OUTRAS NOTÍCIAS