Versículo do dia
Posso todas as coisas naquele que me fortalece.

Mancini elogia postura da equipe do Vitória contra o Paysandu: “no caminho certo”

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

RTEmagicC_mancini-resultado-x2.jpgSatisfeito. Assim estava o técnico Vágner Mancini, ontem, após o triunfo por 3×1, contra o Paysandu, na Fonte Nova. “Acho que o Vitória fez um belo jogo, mostrou que tem uma equipe que quer subir e buscar o título. O Vitória voltou a andar no caminho certo”, elogiou o treinador.

 

Com o resultado, o Vitória somou 49 pontos, ultrapassou o adversário e assumiu a vice-liderança da Série B. Para Mancini, essa foi apenas uma das vantagens proporcionadas pelo resultado.

 

“Era muito importante uma vitória hoje por inúmeros detalhes, pelo fato de jogar em casa e precisar de pontos, pra passar o vice-líder e também por saber que vamos voltar aqui e jogar contra o Bahia. Tínhamos que encher o nosso torcedor de orgulho para o clássico. O Ba-Vi é diferente”, disse, sem confirmar se vai manter a mesma escalação para o clássico ou promover o retorno do lateral-direito Diogo Mateus, que está recuperado de contusão.

 

Mancini poderá escolher. Nenhum dos 10 jogadores do Vitória que estavam pendurados levou cartão amarelo e, portanto, todos estão à disposição para o Ba-Vi. No entanto, o zagueiro Guilherme Mattis, estará suspenso. Mesmo no banco de reservas, ele levou cartão vermelho no 2º tempo depois de reclamar pedindo a expulsão de Gualberto no lance em que ele fez pênalti em Diego Ramon.

 

“Na hora que saiu o lance do pênalti, eu também achei que ele deveria ter sido expulso. Óbvio que eu não vou aqui dizer se foi injusta ou não a expulsão. Acho que o Guilherme deu a oportunidade (para o árbitro)”, afirmou Mancini. Voltando de lesão, Mattis tinha sido poupado do jogo para se condicionar para o clássico.

 

Caso de polícia
Ontem, 40 integrantes da torcida uniformizada Os Imbatíveis e torcedores do Bahia foram presos pela Polícia Militar por volta das 17h, na Piedade. Eles entraram em confronto, provocaram tumulto e foram encaminhados ao posto policial da Fonte Nova e, posteriormente, ao Juizado Especial Criminal do estádio.

 

OUTROS JOGOS

 
Em jogo que interessava diretamente à dupla Ba-Vi, aconteceu o melhor resultado possível: Sampaio Corrêa e Santa Cruz ficaram no 0x0. Jogando em casa, o time maranhense teve maior posse de bola, mas não conseguiu transformar o domínio em gols, principalmente, no primeiro tempo.

 

No contra-ataque, os pernambucanos também tiveram suas chances. Já no segundo tempo, a parte perdeu em emoção. A tarde em São Luís era mesmo dos goleiros Tiago Cardoso, do Santa, e Rodrigo Viana, do Sampaio.

 

Não deu pro Vozão

 

O Ceará, mais uma vez, não conseguiu fazer o dever de casa. Jogando contra um adversário direto na luta contra o rebaixamento, o Vozão ficou no empate em 1×1 contra o Oeste. Os dois gols saíram ainda no primeiro tempo.

 

Aos 35 minutos, Kahê abriu o placar para os paulistas, mas, nos descontos, aos 47, Rafael Costa deixou tudo igual. O Vozão ainda tentou no segundo tempo, mas os três pontos não vieram, até porque o Oeste foi mais perigoso, colocando uma bola no travessão do goleiro Luis Carlos e tendo um gol anulado.

 

Artilheiro marca

 

Em Maceió, no Rei Pelé, o CRB recebeu o lanterna Mogi Mirim. E não foi fácil. O Galo da Pajuçara venceu por 2×1, contando com o faro de gol de Zé Carlos, artilheiro da Série B, que marcou seu 12º gol na competição. Maxwell já havia aberto o placar antes. Val, que perdeu um gol inacreditável, fez para os paulistas, que seguem como o time de pior aproveitamento na competição.

 

Pra voltar à briga pelo G-4

 

Após vencer o Paysandu fora de casa na rodada passada, o Náutico voltou a ganhar ontem e se aproximou da briga por uma vaga no G-4. Contra o ABC, na Arena Pernambuco, o Timbu não deu chances ao adversário e fez 3×0. Todos os gols foram no segundo tempo: Daniel Morais e Bergson, duas vezes, marcaram.

 

Foto: Arisson Marinho)

OUTRAS NOTÍCIAS