Versículo do dia
Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos.

Matrícula na Rede Municipal de Educação começa

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Começa nesta quinta-feira, 16, e segue até o dia 31 de janeiro o período de matrícula na Rede Municipal de Educação. Os pais ou responsáveis dos estudantes que já estão previamente cadastrados no Sistema Integrado de Educação recebem a partir desta quarta-feira, 15, o e-mail de confirmação com a data de comparecimento. Caso nenhuma informação seja recebida até o dia 26 de janeiro, devem procurar a escola entre os dias 27 e 31 de janeiro.

 

A matrícula será dividida em duas etapas: de 16 a 24 serão matriculados os estudantes que já estão no sistema citado; já os que ainda não estão no cadastro devem buscar a vaga no prazo de 25 a 31 de janeiro.

 

A Rede Municipal de Educação conta com 206 escolas para atender à comunidade. As vagas abrangem estudantes de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Educação para Jovens e Adultos. A matrícula pode ser realizada em qualquer unidade de ensino municipal, desde que haja disponibilidade de vaga.

 

Quem ainda não está no cadastro pode procurar qualquer escola da Rede Municipal e solicitar a inclusão do nome, indicando a unidade de ensino onde pretende estudar – o prazo para inscrição no cadastro de espera continua aberto até o fim de janeiro.

 

Já a documentação necessária para a matrícula deve ser levada à escola onde o estudante vai estudar. Os documentos, que devem ser apresentados original e cópia, são: histórico escolar, certidão de registro civil ou RG, CPF, cartão de vacinação, comprovante de residência atualizado e foto 3×4. Os beneficiários do Programa Bolsa Família precisam apresentar cartão em nome do pai, mãe ou responsável legal.

 

Em relação as vagas para estudantes da Educação Infantil, a prioridade é para atender crianças dos grupos 4 e 5, seguindo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (9394/96), que torna a Educação Básica obrigatória a partir dos 4 anos de idade. Desta forma, os CMEIs atendem aos outros grupos (1, 2 e 3) de acordo com a demanda, caso sobrem vagas.

 

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS