Matt Schiapp, o americano idealizador do CPAC é entrevistado por Rocheane Rocha

Rochaene Rocha, líder do Movimento Pátria Amada Brasil em Feira de Santana (BA), participou do CPAC (Conservative Political Action Conference), o maior e mais influente encontro de conservadores do mundo, que ocorreu em Balneário Camboriú no último final de semana. O evento reuniu centenas de representantes do conservadorismo brasileiro.

Durante o CPAC, Rochaene teve a oportunidade de entrevistar Matt Schiapp, o americano idealizador do evento, criado por ele em 1973. Matt Schiapp é membro do Partido Republicano dos EUA e já ocupou o cargo de Secretário de Política da Casa Branca. A psicóloga expressou sua enorme satisfação em estar com pessoas que compartilham os mesmos ideais no Brasil.

Além de Rochaene, outras personalidades marcaram presença no evento, incluindo os deputados federais Eduardo Bolsonaro e Nikolas Ferreira, a Deputada Federal Caroline de Toni, o presidente da Comissão de Justiça na Câmara, Deputado Federal Mario Frias, e o ex-presidente Jair Bolsonaro1234.

Rochaene Rocha, líder do Movimento Pátria Amada Brasil em Feira de Santana (BA), participou do CPAC (Conservative Political Action Conference), o maior e mais influente encontro de conservadores do mundo, que ocorreu em Balneário Camboriú no último final de semana. O evento reuniu centenas de representantes do conservadorismo brasileiro.

Durante o CPAC, Rochaene teve a oportunidade de entrevistar Matt Schiapp, o americano idealizador do evento, criado por ele em 1973. Matt Schiapp é membro do Partido Republicano dos EUA e já ocupou o cargo de Secretário de Política da Casa Branca. A psicóloga expressou sua enorme satisfação em estar com pessoas que compartilham os mesmos ideais no Brasil.

Além de Rochaene, outras personalidades marcaram presença no evento, incluindo os deputados federais Eduardo Bolsonaro e Nikolas Ferreira, a Deputada Federal Caroline de Toni, o presidente da Comissão de Justiça na Câmara, Deputado Federal Mario Frias, e o ex-presidente Jair Bolsonaro.

Fonte e foto Ascom

OUTRAS NOTÍCIAS