Meio Ambiente fiscaliza níveis sonoros de trios, barracas e palco

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

23808-2Fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Feira de Santana farão, em três pontos, a medição dos níveis sonoros emitidos pelos trios elétricos durante a Micareta, bem como em barracas e palco. Os prepostos usarão o decibelímetro, que mede os níveis da pressão sonora.

 
A intensidade do som vai ser medida nos Capuchinhos, local da concentração destes veículos, à altura dos Correios e em frente da Jacuípe Veículos. A medida, diz o secretário Roberto Tourinho, tem como objetivo garantir a saúde dos foliões. “O som muito alto prejudica a audição, que pode levar uma pessoa a ser reprovada durante exames pré-admissionais”, exemplifica.

 

Os níveis sonoros permitidos são os seguintes: 80 decibéis para as barracas, 100 para o palco e 110 para os trios. A distância ideal, dos pontos de emissões sonoras, para que não se tenha problemas futuros, é de sete metros. O som com ênfase nos graves causa maiores problemas à audição.

 

Mas, de acordo com o técnico em segurança do trabalho, Sérgio Aras, as mesas de som mais modernas limitam automaticamente os agudos. “Com a ajuda da tecnologia o som fica mais limpo e, conseqüentemente, melhor para os ouvidos dos foliões”, explica.

 

As informações são da Secom/PMFS.

OUTRAS NOTÍCIAS