Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/08/2018

Milhares de Bíblias são distribuídas em áreas de guerra, levando esperança para os povos

A humanidade por mais que evolua tecnologicamente, continua espiritualmente dependente de Deus e carente de salvação. Um dos indícios mais evidentes da apostasia humana em relação ao propósito do Senhor na terra são as milhares de guerras travadas ao longo da história, como é ainda hoje.

 

Felizmente, a iniciativa de missionários cristãos espalhados pelo globo tem feito a diferença para quem deseja ter um encontro com Deus, mesmo nas regiões militarizadas e onde o cristianismo é duramente perseguido. Essa iniciativa consiste em distribuir Bíblias, o máximo possível, para que todos tenham acesso ao conhecimento da verdade.

 

“No meio da tensão, às pessoas buscam o conforto e a estabilidade encontrados na Palavra de Deus”, disse o secretário-geral da Sociedade Bíblica, Rev. Oleksandr Babiychuk, segundo informações da Gaceta Cristiana.

 

Apenas na República do Sudão, país africano limitado ao Norte pelo Egito, a Sociedade Bíblica conseguiu distribuir mais de 250 mil Bíblias desde o início dos conflitos militares, em 2012, que provocaram a expulsão de quatro milhões de pessoas das sua casas.

 

Já na Ucrânia, país da Europa Oriental que faz fronteira com a Rússia, onde segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) 4,4 milhões de pessoas vivem em “grave situação humanitária”, foram 190 mil Bíblias distribuídas pela Sociedade Bíblica.

 

A iniciativa oferece à população a oportunidade de enxergar os conflitos por outra perspectiva, entendendo através do plano espiritual a razão para tanto sofrimento, fruto do pecado humano e suas consequências em relação ao afastamento de Deus.

 

A maioria dos que recebem a literatura evangelística são pessoas internadas em hospitais, soldados e refugiados. Eles recebem versões especiais do Novo Testamento e outros trechos da Bíblia que destacam passagens de esperança, fé e salvação.

 

No meio das crianças as Bíblias são recebidas como presentes de Deus, sendo mais fácil não apenas a compreensão do evangelho, baseado no amor de Cristo para com a humanidade, mas também a distribuição do material entre os adultos.

 

“Durante o Natal, organizamos nossa maior distribuição. Eu via as crianças quando recebiam os presentes”, disse George, líder da equipe da Sociedade Bíblica que fez a distribuição de 200 mil Bíblias na Síria.

 

“Elas acham que a Bíblia é um presente especial de Deus. Desta forma, damos às crianças a esperança de que Deus as ajudará neste momento ruim”, conclui o missionário.
Gospel +