Ministério da Saúde diminui vacina BCG enviada a Feira de Santana

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

00000Neste mês, Secretaria de Saúde de Feira de Santana recebeu do Núcleo Regional de Saúde apenas 200 doses da vacina BCG, quando o normal seriam mais de três mil. A quantidade enviada corresponde a pouco mais de 5% da normalmente repassada mensalmente para o município.

 

A vacina protege os recém-nascidos das formas mais graves da tuberculose e deve ser tomada nas primeiras horas de vida – mas não existe restrição se for aplicada até o 30º dia. Em média, de acordo com a coordenadora de Imunização da SMS, a enfermeira Kátia Ferraz, mensalmente até 3,5 mil doses eram repassada ao município.

 

Ainda de acordo com ela, o problema do desabastecimento deste imunizante, cujo repasse é responsabilidade do Governo Federal, vem sendo registrado há algum tempo. “Mas recentemente recebemos uma nota técnica do Ministério da Saúde, nos informando sobre a situação”, disse a enfermeira.

 

Ela informou que nesta semana vai entrar em contato com o NRS para saber se nos próximos dias existe a previsão de encaminhamento de lotes da vacina a Feira de Santana. As doses que estavam na Rede de Frio da SMS foram enviadas para as unidades de saúde do Caseb I, Rua Nova, CSU, Baraúnas e Cassa.

 

A centralização, explica a enfermeira, tem como objetivo facilitar o atendimento, bem como aproveitar todas as doses, visto que o imunizante, depois de aberto, deve ser aplicado em até seis horas.

 

As informações são da Secom/PMFS.

OUTRAS NOTÍCIAS