Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 08/10/2019

Ministério Público vai investigar entrega de teatro federal para o grupo Jeová Nissi

Fernando Molica
VEJA.com

 

O Ministério Público Federal do Rio abriu procedimento para apurar a decisão da direção do Centro de Artes Cênicas da Funarte de ceder o Teatro Glauce Rocha, no Centro do Rio, para o grupo teatral evangélico Jeová Nissi, segundo revelou a VEJA na semana passada.

 

O MPF já decidiu ouvir o presidente da Funarte, Miguel Proença, sobre o destino do teatro, um dos que pertencem à fundação, que é subordinada ao Ministério da Cidadania.

 

A entrega do teatro para o Jeová Nissi consta do Projeto de Revitalização da Rede Federal de Teatros.

 

Criado por Roberto Alvim, diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, o Projeto de Revitalização da Rede Federal de Teatros prevê que o Teatro Glauce Rocha, no centro do Rio, será transformado “no primeiro teatro do país dedicado ao público cristão”.

De acordo com documentos que constam de processo aberto na Funarte, o espaço será entregue à Companhia evangélica Jeová Nissi, fundada em 2000.

 

O processo a que revista VEJA teve acesso afirma que o país vive um “momento crucial no combate cultural”. Segundo o texto, é preciso que o governo do presidente Jair Bolsonaro “atue firme e propositivamente na área da arte e cultura, hoje dominada pelo marxismo cultural e pela agenda progressista”.

 

Em outro texto anexado ao processo, Alvim afirma que está formando um “exército de grandes artistas espiritualmente comprometidos com nosso presidente e seus ideais”. Segundo ele, todos estes estariam dispostos a “dar suas vidas pela edificação do Brasil, através da criação de obras de arte que redefinam a história da cultura nacional”.

 

O projeto prevê a criação do Teatro Brasileiro de Arte, companhia oficial dedicada à montagem de textos clássicos.

 

Fonte: VEJA.com