Mortes no trânsito caem pela metade em Feira de Santana

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Transito em Feira-fotos Jorge Magalh_es (1)Em quase três anos, as mortes em acidentes de trânsito caíram 70% em Feira de Santana, de acordo com a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT). O número caiu de 17, em 2013, para sete, neste ano. Neste período, a velocidade máxima nas avenidas João Durval Carneiro, Francisco Maia e José Falcão da Silva, foi reduzida de 60 km/h para 50 km/h.

 

Em 2013, os óbitos foram 17. No ano seguinte, a quantidade chegou a 15 e até outubro deste ano, a SMT registrou sete mortes em acidentes que aconteceram na cidade. A queda nos acidentes fatais, analisa o superintendente Francisco Júnior, está relacionada à redução da velocidade. “Os efeitos danosos entre os passageiros numa colisão com carros com velocidade reduzida são menores”.

 

Nestes casos, explica, pode-se aumentar a quantidade de pessoas feridas, mas diminui-se o número de casos graves e de óbitos. “Este tipo de avaliação deve ser feita depois de um ano, no mínimo, depois da mudança na velocidade”. Quem excedê-la pode receber multas que variam de R$ 85,13 a R$ 574,62 e que rendem de 4 a 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Nas três avenidas radares flagram os excessos.

 

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS