MP acata pedido da Procuradoria e atividades dos agentes de Saúde e de Endemias continuam

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Foto: Raylle Ketlly

No prazo de 120 dias, o Governo realizará novo processo seletivo e os serviços não serão afetados

O Ministério Público da Bahia (MP–BA) acatou o pedido feito pela Procuradoria Geral do Município (PGM) recomendando o prazo de 120 dias para que seja encontrada uma solução que regularize os contratos dos agentes comunitários de Saúde e de Combate às Endemias. Desta forma, neste período, as atividades em andamento exercidas por estes profissionais não sofrerão prejuízos.

Conforme o documento da 21ª Promotoria de Justiça de Feira de Santana, a prorrogação será validada a partir de 21 de outubro. Neste período almejado, o Município também realizará um novo processo seletivo.

O procurador geral do Município, Carlos Alberto Moura Pinho, reitera que, durante esses quatro meses corridos, os agentes vão continuar exercendo as suas atividades, a exemplo do Levantamento do Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRA) realizado por meio de visitas aos domicílios.

A Prefeitura de Feira, através da PGM, está em fase de análise do trâmite processual e buscando uma nova forma de contratação dos agentes de saúde.

“Dessa maneira, o Governo Municipal estará legalizando os novos contratos e atendendo todas as determinações jurídicas”, pontua.

Foto: Raylle Ketlly- Secom

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS