Versículo do dia
Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas.

Muçulmanos queimam estação de TV cristã

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

downloadNos últimos anos, o Paquistão tem vivido uma onda de intolerância religiosa contra os cristãos. Por causa da chamada “lei da blasfêmia”, agressões e morte são as consequências para qualquer um que vá contra o Islã, Maomé ou o Alcorão. O caso mais emblemático é o de Asia Bibi, que está na cadeia há anos simplesmente por se declarar cristã.

 

 
Semana passada, um grupo de homens mascarados incendiou a sede da TV Gawahi, em Karachi. Era uma das maiores estações de televisão cristã do Paquistão, que tem menos de 2% de não islâmicos.

 

 

 
Por causa do incêndio, o prédio desabou. Até agora ninguém foi preso.
Fundada em fevereiro de 2013, a Gawahi TV atingia cerca de 12 milhões de pessoas regularmente. Era uma colaboração de católicos e protestantes, visando “difundir o Evangelho de Jesus Cristo para as pessoas de todas as religiões que vivem no Paquistão.”

 
O canal ficava no ar 24 horas por dia, sete dias por semana, transmitindo ensino bíblico, músicas e sermões. Por causa do seu alcance, a estação sofria constantes ameaças de violência dos radicais muçulmanos. Apesar de constantes pedidos de proteção, as autoridades nunca ofereceram a segurança necessária.

 
Javed Williams, o líder da Missão que controlava a emissora com seu irmão Sarfraz, declarou: “Paramos com nossa missão momentaneamente, mas não vamos deixar nossa esperança morrer. Estávamos fazendo a obra de nosso Deus e continuaremos a fazê-la com a ajuda divina”.

 
Representantes da Igreja Católica do Paquistão visitaram o local do incêndio e mostraram indignação com o ataque. O padre João Arif, da Diocese de Karachi, desabafou: “É desanimador ver o edifício e todo o equipamento queimado. O canal foi ativado para comunicar a palavra de Deus… Rezamos por paz e tolerância. ”

 

 
O doutor Nazir Bhatti, presidente do Congresso de Cristãos do Paquistão, denunciou o incêndio, exigindo a prisão dos criminosos responsáveis. “É surpreendente que a mídia paquistanesa não se preocupa em cobrir o incêndio na TV Gawahi, enquanto pequenos problemas com cristãos são sempre notícias de última hora”, asseverou.

 

 

 

Com informações Breitbart

OUTRAS NOTÍCIAS