Versículo do dia
O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.

Mudas de umbu gigante são distribuídas para agricultores da zona rural

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

2Pequenos agricultores de Feira de Santana passam a ter uma nova fonte de renda. Além das culturas de milho e feijão, eles, agora, estão inseridos no plantio do umbu gigante. A Secretaria Municipal de Agricultura e Recursos Hídricos deu início a distribuição das mudas, nesta sexta-feira, 19, nos povoados de Malhada Grande e Calandro, em Tiquaruçu.

 

Também serão beneficiados os distritos de Bonfim de Feira, Matinha, Ipuaçu e Jaguara. Todas essas localidades estão localizadas no semiárido, onde o fruto melhor se adapta. Para proteger as mudas, o Governo Municipal também está distribuindo arame farpado. Daqui a aproximadamente dois anos, os pés começarão as primeiras floradas.

 

A distribuição das mudas representa o fortalecimento da cultura frutífera no município. “É um incentivo ao pequeno agricultor para que ele possa ter uma fonte de renda durante todo o ano”, afirma o secretário da pasta, Wellington Andrade. Para proteger as mudas, os agricultores receberam arame farpado.

 

Conforme Wellington, essa é uma espécie nativa e que resiste a períodos de estiagem. “Os frutos são generosos e são recomendados para a produção de geleias, compotas e sucos. Para ser processado, o umbu gigante é o melhor”, orienta. Alguns deles chegam a pesar 150 gramas, enquanto que uma fruta comum não passa de 20 gramas.

 

O prefeito José Ronaldo acompanhou a distribuição e observou que as mulheres estão cada vez mais atuantes na zona rural. “Daqui a alguns anos poderão produzir geleias, compotas ou sucos para serem destinados à merenda escolar e também aos projetos que são desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social”, afirmou.

 

Segundo o prefeito, Feira é a única cidade no nordeste que compra produtos da agricultura familiar para destiná-los aos trabalhos sociais. Um investimento anual de R$ 2 milhões. Receberam as mudas, agricultores que possuem o Documento de Aptidão ao Pronaf (DAP).

 

A aposentada Nadijamesse Cerqueira Lima já produz doces do umbuzeiro da sua pequena propriedade. Ela espera aumentar a sua produção quando começar a colher os primeiro frutos do umbu gigante. “É uma iniciativa ótima, que traz a oportunidade para quem mora na zona rural ter mais uma fonte de renda”.

 

O projeto oferece capacitações e orientações técnicas, como os cuidados com o plantio e o manejo. A iniciativa tem a parceria da Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (EMBRAPA). O engenheiro agrônomo Joedilson Freitas, da Seagri, também acompanhou a distribuição.

 

PREF. MUNICIPAL

OUTRAS NOTÍCIAS