Mulher sofre queimaduras após marido atear fogo ao corpo dela em frente a igreja

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Vídeo mostra quando populares tentam socorrer mulher que teve corpo queimado pelo marido, em Inhumas — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Uma mulher de 36 anos teve queimaduras após o marido atear fogo ao corpo dela em frente a uma igreja de Inhumas, na Região Metropolitana de Goiânia. Um vídeo mostra quando populares tentam apagar o fogo e socorrer a vítima (veja acima). O major da Polícia Militar Lívio Adriano de Oliveira informou que a vítima teve 70% do corpo queimado e que, mesmo debilitada, conseguiu relatar que o esposo que havia jogado álcool e ateado fogo ao corpo dela. O suspeito foi preso em flagrante.

“A vítima, um pouco inconsciente, conseguiu relatar que tinha sido seu próprio companheiro que tinha jogado álcool em seu corpo e ateado fogo”, disse o major.
O caso aconteceu na tarde de segunda-feira (8), na escadaria de uma igreja que fica em uma praça no centro da cidade. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiro e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde recebeu os primeiros socorros. No mesmo dia, ela transferia para o Hospital de Urgência Governador Otávio Lage (Hugol), em Goiânia.

O hospital informou às 10h29 desta segunda-feira (9), que a paciente estava com o estado geral regular, consciente e respirando espontaneamente.

A PM disse ainda que testemunhas relataram que o casal tinha uma relação conturbada e que tinham o costume de ingerir bebidas alcoólicas de forma excessiva, mas a motivação do crime não foi descoberta. A corporação não soube informar há quanto tempo eles estavam juntos.

Prisão do suspeito
A prisão do marido, de 52 anos, que é o principal suspeito pelo crime, aconteceu na unidade de saúde da cidade, enquanto a mulher era atendida. De acordo com o major, ele estava do lado de fora do hospital e apresentava ferimentos de queimadura na perna, o que chamou a atenção da corporação.

“Nós estranhamos e fomos abordar. Ele estava muito nervoso e acabou confessando. No entanto, ele alegou que tinha acontecido um acidente”, disse o major.
Como o nome do suspeito não foi divulgado, o G1 não conseguiu contato com a defesa dele.

O marido da vítima foi preso em flagrante por suspeita de tentativa de feminicídio e levado para ao presídio da cidade. A reportagem tenta contato com a Polícia Civil, que vai ficar a cargo das investigações.

G 1

OUTRAS NOTÍCIAS