Mutirão de castração de animais de rua acontecerá em breve na cidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

“Pedimos ao prefeito Colbert Martins Filho que fizesse um levantamento para haver uma dispensa de licitação com o objetivo de castrar animais de rua, e ele autorizou esse processo, o secretário de saúde já está com isso em mãos e, em breve, em poucos dias, nós teremos na cidade um mutirão de castração de animais de rua”. A declaração é do vereador Pedro Américo (DEM), que informou a realização do mutirão durante discurso na tribuna da Câmara.

Pedro Américo considera o mutirão um avanço, mas sabe que não é o suficiente. “Nós sabemos que o prefeito Colbert está sensível à causa; ele luta, sim, para trazer ideias e projetos, tanto que o secretário de saúde trouxe à tona esse tema, mas entendo que a boa vontade do secretário precisa estar vinculada a uma questão mais profunda, que é estudar melhor o cenário”, pontuou.

PARCERIA COM A UNIRB: “NÃO EXISTE UM TERRENO NA PREFEITURA APROPRIADO PARA ESSE FIM”

O vereador considera a parceria da Prefeitura com a Unirb (Universidade Regional Brasileira) fantástica, pois, hoje em dia, para se resgatar um animal na rua, não há onde colocar. “Não existe na Prefeitura onde colocar um cavalo, uma égua, um jegue que seja resgatado das ruas; não existe um terreno apropriado para esse fim. Então não adianta a Prefeitura tirar da rua e colocar em qualquer lugar, onde os maus tratos podem ser até maiores”, salientou.

Galeguinho SPA (PSB) frisou que o Centro de Zoonozes, apesar do que muitas pessoas pensam, não existe para tratar animais. “Aquele local foi feito para justamente cuidar das doenças que a gente já conhece, como a raiva, que os animais propagam para nós, seres humanos. Também acho que essa parceria com a Unirb trará muitos benefícios, principalmente para esses animais que vem sofrendo com os maus tratos. Na maioria das vezes os donos não dão o tratamento correto aos seus animais, e essa parceria vai trazer uma mudança significativa”, disse.

Ascom com imagem da PMFS

OUTRAS NOTÍCIAS