‘Não tenho medo de ser presa porque não cometi crime nenhum’, diz Flordelis

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Acusada de ser a mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo, a deputada Flordelis dos Santos, voltou a afirmar que não cometeu nenhum crime. A parlamentar enfrenta no Conselho de Ética da Câmara um processo que pode fazer com que ela tenha o mandato cassado e seja presa.

Em entrevista ao Extra na última quinta-feira (15), Flordelis comentou sobre os desdobramentos do processo e sobre o depoimento de sua filha Simone, que admitiu ter dado dinheiro a sua irmã Marzy para comprar a arma do crime contra o pastor. A filha da deputada, que fez buscas na internet por termos como “envenenamento”, “matador de aluguel”, “veneno pra matar pessoa que seja letal e fácil de comprar”, também afirmou em seu depoimento que a ideia do assassinato partiu dela.

De acordo com a deputada, Simone nunca havia revelado à mãe sobre seu envolvimento na morte de Anderson. Flordelis disse ainda que tem fé de que tudo “virá à tona”. “Estou encarando isso como posso. Com altos e baixos. Eu ter sido indiciada, estar como ré, considero uma grande injustiça. Porque não há nada que prove que fui mandante do crime. Isso faz com que eu acredite muito pouco na Justiça”.

Durante a entrevista ao Extra, a parlamentar contou ainda que está avaliando se irá concorrer às eleições em 2022 caso não seja cassada. Questionada se tem medo de ser presa, Flordelis afirmou: “Não tenho medo de ser presa porque não cometi crime nenhum”.

Fonte; Isto é

OUTRAS NOTÍCIAS