Notificações de trânsito emitidas de forma indevida serão desconsideradas

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Entretanto, Lei Municipal em vigor desde 2015 estabelece normas de circulação para veículos pesados

A Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) de Feira de Santana informa que as notificações emitidas indevidamente a condutores de veículos pesados, entre 18 de novembro e hoje (29), serão desconsideradas. Isso porque o sistema de fotossensores (radares) apresentou instabilidade – a situação já está corrigida.

A orientação é que os condutores que foram notificados neste período se dirijam à sede do órgão para que cada caso seja devidamente avaliado. Segundo o superintendente de Trânsito, Cleudson Almeida, está sendo feito um levantamento desses autos de infração.

Entretanto, a Lei Municipal 3527/15 estabelece normas para a operação de carga e descarga de veículos de grande porte – em vigor desde 2015. É restrita a circulação de veículos acima de 6,50 de comprimento e 2,20 de largura das 7h às 19h, entre segunda e sexta-feira. Aos sábados de 7h às 13h, e aos domingos é livre. Não há proibição para a carga e descarga de veículos até 6,50 metros.

A norma limita a circulação de veículos pesados nas avenidas Presidente Dutra, Getúlio Vargas, Maria Quitéria, João Durval Carneiro, Rio de Janeiro, José Falcão, Noide Cerqueia e ruas Monsenhor Mário Pessoa, Olímpio Vital e Pedro Américo de Brito.

Na área central da cidade está limitada às seguintes vias: iniciando na rua Carlos Valadares, esquina com Av. Maria Quitéria e deste ponto segue até a esquina com a av. Presidente Dutra. A partir daí, passa pela rua Monsenhor Mário Pessoa até a Praça da Matriz e segue pela rua Desembargador Felinto Bastos até a Praça Fróes da Mota, rua São José até a Rua Carlos Valadares, concluindo o perímetro da área de controle.

VIDEOMONITORAMENTO

Ainda, o superintendente salienta que essas notificações não tem relação com o sistema de videomonitoramento. Os veículos foram flagrados por equipamentos (fotossensores) instalados por uma empresa que presta serviço ao Município.

Secom -Foto: ACM

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS