Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 04/11/2019

Nova intervenção no trânsito da Noide Cerqueira

Levando em consideração o constante crescimento da região leste da cidade, a Prefeitura de Feira de Santana, através da Superintendência Municipal de Trânsito – SMT, fará nova intervenção no trânsito na Avenida Noide Cerqueira, a partir desta segunda feira, 04, com o objetivo de amenizar os impactos causados pelo grande fluxo de veículos na região, principalmente em horários de pico.

 

A medida do Governo do prefeito Colbert Martins Filho tem o objetivo de promover melhor mobilidade até que seja realizada a duplicação do viaduto da Nóide com a Getúlio Vargas, o que vai trazer melhorias para o trânsito da região.

 

A intervenção ocorrerá no retorno Noide Cerqueira sentido Getúlio Vargascentro da cidade, que será fechado com cones móveis em horários de pico, das 07h às 08:30h e das 18h às 19:30h, de segunda à sexta feira, para dar mais fluidez ao trânsito da região. Prepostos da SMT ficarão no local para dar as devidas orientações. A decisão foi tomada a partir de um estudo realizado pelo setor de engenharia da Superintendência Municipal de Trânsito, inclusive com contagem de tráfego para planejar a ação de intervenção.

 

De acordo com o superintendente Maurício Carvalho, a intervenção já era prevista e objetiva atender o pleito da população que reside e trafega naquela região. “A Noide Cerqueira faz parte de um importante vetor de crescimento da cidade e após a construção do viaduto com a BR 324, tornou o fluxo de veículos ainda mais intenso. Além disso, com a previsão da inauguração de um grande estabelecimento comercial, este fluxo naturalmente crescerá naquela artéria. Esta ação atende ao pleito da comunidade que nestes horários de pico têm grande dificuldade de circulação”, relata.

 

Maurício ressalta ainda que as ações de melhorias para a mobilidade urbana tem sido um trabalho constante por parte do Governo do Prefeito Colbert Martins Filho, que vai promover em breve, investimentos na ordem de R$ 100 milhões de reais neste setor. “Vamos fazer esta intervenção de forma provisória até que a duplicação do viaduto seja concluída, o que vai resolver de forma definitiva este problema”, conclui.

 

Secom