Versículo do dia
Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.

Novo Centro, nova Senhor dos Passos

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Se o centro de Feira de Santana fosse um corpo humano, a avenida Senhor dos Passos seria a sua principal artéria, dada à intensa movimentação diária de veículos na sua pista e ao vai e vem de pessoas nos seus passeios.

Seguramente, a Senhor dos Passos é o espaço público feirense por onde passam mais pessoas por dia, principalmente no trecho entre a rua Carlos Gomes e a avenida Sampaio.

E, com a transformação em curso, com maior espaço para a movimentação, a tendência é que este fluxo aumente significativamente. O que está sendo visto agora é o início do que vai ser construído.

Ver os passeios da avenida Senhor dos Passos exclusivos para os transeuntes é voltar mais de vinte anos. Quem passa por lá sente o impacto visual e consegue ver beleza onde, até a semana passada, era tudo cinza.

Outro ponto positivo foi no que se vê. As fachadas das lojas do outro lado da avenida passaram a ser observadas, coisa que até há alguns dias era praticamente impossível. Inciativa do projeto Novo Centro, idealizado pela Prefeitura.

Uma mudança, uma transformação e tanto, a reconquista de uma beleza que vinha sendo perdida, esquecida. Depois de mais de duas décadas, os passeios voltaram a ser de quem sempre foi de direito: o povo. Que passaram a ver os desenhos do piso de pedras portuguesas.

A retirada das barracas acabou com os cada vez mais estreitos corredores, devido ao avanço e a multiplicação destes equipamentos que dificultavam, e muito, o livre caminhar das pessoas e facilitava ações delituosas. Os pequenos furtos.

Livre das barracas, que deveriam ser temporárias mas que se tornaram permanentes, a Senhor dos Passos recuperou toda a sua magnitude. Está mais larga, melhor para caminhar. Mais viva.

Os barraqueiros – camelôs, foram transferidos para o Centro Comercial Popular, o Cidade das Compras, localizado cerca de 600 metros. Os verdureiros irão, em breve, para o Centro de Abastecimento.

Foto: ACM

OUTRAS NOTÍCIAS