Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 03/07/2019

Obras dos Caps II e III seguem em frente

A Rede de Saúde Mental vai ganhar mais dois importantes equipamentos destinados ao acompanhamento e tratamento de pessoas com transtornos mentais. Trata-se das sedes próprias do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Silvio Marques, na Mangabeira, e o Caps Dr. João Carlos Lopes Cavalcante, no bairro Olhos D’Água, cujas obras seguem a todo o vapor. Os investimentos são resultado de convênio da Prefeitura de Feira de Santana e o Ministério da Saúde.

 

Previsto para ser entregue em dezembro, o Caps Silvio Marques (tipo II) está com 80% das obras concluídas. Enquanto isso, os trabalhos estão concentrados no retoque do reboco e no assentamento dos revestimentos de alguns setores. O contrapiso já foi concluído. “Acredito que essa obra ficará pronta antes do prazo”, diz o encarregado Joselito de Oliveira sinalizando que o próximo passo é iniciar a pintura.

 

Destinado para o atendimento de pessoas acima 18 anos com transtornos mentais graves e persistentes, o equipamento de saúde será dotado de seis consultórios, posto médico, farmácia, salas de repouso para pacientes e profissionais de saúde, refeitório, cozinha, espaço de convivência, sanitários adaptados, sala de coordenação, além de jardim e estacionamento.

 

Enquanto isso, as obras do Caps Dr. João Carlos Lopes Cavalcante (tipo III) também seguem avançando. Alguns setores já começaram a receber as primeiras camadas de tinta. O equipamento, que vai atender pacientes com transtornos mentais e persistentes, será dotado de dois pavimentos e funcionará em área contígua às novas instalações do Caps I (Centro de Atendimento Psicossocial Infantil), recém inaugurado pelo governo do prefeito Colbert Martins Filho.

 

De acordo com a coordenadora da Rede de Saúde Mental, da Secretaria Municipal de Saúde, Robervânia Cunha, atualmente, pouco mais de 30 mil pessoas são assistidas gratuitamente pelo município. Somente no Caps Silvio Marques aproximadamente 4 mil usuários recebem atendimentos de saúde – estão matriculadas 7.375 pessoas.

 

“Os investimentos da administração municipal nas construções dessas unidades representam o avanço na área da Saúde, estimulada pelo governo do prefeito Colbert Martins Filho, o que vai proporcionar ainda mais conforto aos usuários da rede”, pontua a coordenadora da Rede de Saúde Mental.

 

Secom