Versículo do dia
A fazenda do rico é sua cidade forte e, como um muro alto, na sua imaginação.

ONG já recolheu 55 mil litros de óleo de cozinha usado em Feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

27139-2Em dois anos, o Movimento Água é Vida recolheu, em Feira de Santana, 55 mil litros de óleo de cozinha que seriam descartados de forma irregular no meio ambiente. A iniciativa faz parte do Projeto Rede Social Óleo Bahia, que visa estimular a reciclagem do produto para o uso como matéria-prima na produção de sabão e fontes de energia alternativas, como o biodiesel.

 

Cada litro de óleo de cozinha lançado indevidamente no meio ambiente contamina 1 milhão de litros de água. Os resultados do trabalho realizado pela ONG feirense foram apresentados ao prefeito José Ronaldo de Carvalho na noite desta quinta-feira, 6, em reunião na sede do MAV.

 

Na oportunidade foi garantido o apoio do Governo Municipal para a ampliação da iniciativa no município, como a disponibilização de pontos de coleta durante a 40ª Expofeira (Exposição Agropecuária de Feira de Santana), que acontecerá entre os dias 6 e 13 de setembro; e um projeto piloto a ser executado inicialmente em 25 escolas de grande porte da rede municipal.

 

O presidente do MAV, Carlos Souza, também apresentou ao gestor municipal o projeto para implantar em Feira de Santana uma Central de Reciclagem de Óleo, com a construção de uma pequena fábrica de derivados do produto, além de uma estrutura dispondo de auditório, refeitório, dormitório, e horta comunitária. “A ideia é que possamos realizar a reciclagem em cerca 20 municípios da região”, explicou.

 

O prefeito José Ronaldo ressaltou que o Poder Público Municipal tem uma preocupação constante com as questões ambientais e revelou “simpatia aos pleitos” apresentados. “É uma iniciativa muito importante, que diminui impactos consideráveis no meio ambiente. E a Prefeitura vai participar naquilo que estiver ao seu alcance”. O encontro também contou com a presença do secretário municipal de Meio Ambiente, Roberto Tourinho, além de dirigentes do MAV.

OUTRAS NOTÍCIAS