Padre investigado por atropelar suspeito de furtar igreja não comparece a depoimento na delegacia

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O padre Gustavo Trindade dos Santos, investigado por tentativa de homicídio após o atropelamento, no último dia 7 de maio, de um homem flagrado por câmeras furtando uma igreja em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), não compareceu ao depoimento para o qual estava intimado na tarde desta quinta-feira (19).

O depoimento deveria ter sido prestado às 15h, na sede do Departamento Especializada de Investigações Criminais (Deic), na capital paulista, para onde o padre está mudando seu endereço para o convento Santo Alberto Magno, no bairro de Perdizes.

O advogado César Augusto Moreira, que defende o religioso, confirmou que ele não se apresentou para ser ouvido e disse ainda que provavelmente seu cliente não dará nenhum depoimento nessa fase de inquérito, reservando-se para a fase processual.

Se o padre tivesse sido ouvido, o depoimento seria encaminhado por carta precatória para a delegacia da Polícia Civil em Santa Cruz do Rio Pardo. O padre já teve dois pedidos de prisão negados pela Justiça.

G1/ foto reprodução redes sociais

 

OUTRAS NOTÍCIAS