Pastor acusado de matar adolescente em SP vai a júri popular e pai clama por Justiça: ‘precisa ser preso’

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

O pastor Alex Pereira dos Santos, suspeito de matar a jovem Aguida Fernandes Freitas, de 14 anos, foi levado a júri popular nesta sexta-feira (3), na Câmara Municipal de Pariquera-Açú, no interior de São Paulo. O crime ocorreu em maio de 2021.

O julgamento começou por volta das 10h. Sete testemunhas também se posicionaram sobre o caso. Até a última atualização desta reportagem, o réu negou todas as acusações.

Segundo informações apuradas pela TV Tribuna, emissora afiliada à Rede Globo, durante o júri popular, o pai da vítima clamou por Justiça e destacou a dor da família.

A gente nunca mais teve um Dia das Mães ou um Natal desde que ela morreu
— Luiz Antônio Rodrigues de Freitas, pai da vítima

Pedidos por Justiça também fizeram parte do discurso de Luiz Antônio, pai de Aguida. “Esse cara [o pastor] precisa ser preso logo”, disse ele. A previsão é que o júri popular termine até o fim da tarde desta sexta-feira.

Fonte G1- Foto: Rinaldo Roli/TV Tribuna

 

OUTRAS NOTÍCIAS