Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/08/2019

Pastor Anderson Silva anuncia fim de ministério itinerante para se dedicar à igreja local

O pastor Anderson Silva, um dos principais expoentes do meio evangélico, revelou que decidiu abandonar a realização de palestras e conferências, e que irá focar seu tempo e energia na atenção à igreja que lidera.

 

Em um vídeo publicado em sua página no Facebook, o pastor disse que está abandonando a “miragem” do ministério itinerante por considerá-lo um meio que termina por afastar o líder de sua comunidade.

 

“Desisto da agenda. O ministério itinerante é uma miragem, a igreja local é a realidade. Eu sempre pensei isso e ao [longo dos] anos isso vem maturando”, anunciou o pastor que se tornou nacionalmente conhecido por sua abordagem às “tribos urbanas”. Aos 35 anos, ele lidera a Igreja Vivo Por Ti.

 

“A questão da agenda, ela virou uma grande indústria. O problema em frente a isso, é que a maioria de nós não teve o temor de ser Pessoa Jurídica apenas diante do Estado, mas não ser Pessoa Jurídica da Igreja, nem do propósito de Jesus”, acrescentou.

 

O pastor considera que a maioria dos itinerantes se perdeu por conta de questões comerciais, já que a agenda se torna um mero negócio, um meio de ganhar a vida: “Para o pregador e para banda que nem se percebeu dentro de um mecanismo sem sentido, que não glorifica mais a Deus, se tornou um negócio lucrativo até. E não se questiona justamente por causa disso, porque há um lucro”, lamentou.

 

No vídeo, o pastor Anderson Silva destaca que apenas em 2018 ele pregou em 15 países, e que a compreensão de que viver em um ministério nesse modelo termina por causar “um grande dano ao reino de Deus”.

 

O jovem líder evangélico deu a entender que poderá aceitar pedidos para pregar em igrejas, mas não se dedicará a esse tipo de compromisso como se fosse sua prioridade.

 

Gospel +