Pastor chama de “monstro” servidor público que finge vacinar idoso contra o coronavírus

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

“Que os profissionais de saúde de Feira de Santana não entrem neste jogo e se igualem a esse tipo de monstro”. A declaração, do vereador Pastor Valdemir (PV), nesta terça na Câmara Municipal, mostra toda a sua indignação com servidores públicos que estão sendo denunciados, em várias partes do país, por “fingirem” vacinar idosos, contra o coronavírus.

Chegou até ele um vídeo que mostra “enfermeira trocando a seringa na caixa” e ludibriando alguém. A atitude, ele diz, coloca em risco as pessoas de morte, pois acreditam estar sendo imunizadas e, inadvertidamente, podem se infectar, transmitir para familiares e amigos e provocar tragédias.

Ele relata a forma como a fraude está acontecendo: o enfermeiro ou auxiliar coloca o líquido na vacina, mostra ao velhinho e em seguida troca a seringa por uma outra que não irá imunizar.

“Não consigo imaginar o que se passa na cabeça dessas pessoas. Nem podemos chamar de pessoas, não parecem ser gente, estes que tem ignorado a vida humana”, condena. Para o vereador, as autoridades devem apurar rigorosamente todas as denúncias apresentadas a este respeito e aplicar penalidades severas contra funcionários que adotem esse tipo de procedimento “contra a vida”.

Secom

OUTRAS NOTÍCIAS