Pastor da ADEFS revela momento histórico ao ser recebido pelo presidente Bolsonaro

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

A Assembleia de Deus em Feira de Santana viveu um momento histórico em 2020 e, felizmente, não foi por conta da pandemia provocada pela covid-19 que a todos pegou de surpresa e impôs uma nova forma de convivência social em toda a terra, mas porque, pela primeira vez, o pastor da maior igreja evangélica da cidade e também do interior baiano, com cerca de 13 mil membros, foi recebido pelo presidente da República na sede do governo em Brasília, no último dia 27 de outubro.

“Nesses 20 e abençoados anos que, pela misericórdia do Pai das Luzes, me permitiu está presidindo esta também abençoada esta Igreja, tive, pela primeira vez, a oportunidade de estar frente a frente com o presidente da Republica, no Palácio do Planalto e, por ele ser cordialmente recebido”, revelou o Joeser Cruz Santana, que, em entrevista ao Professor Repórter Danilo Guerra, diretor de Jornalismo do grupo Folha do Estado.

O pastor de Feira, segunda maior cidade da Bahia, integrava a comitiva liderada pelo presidente da CEADEB, Convenção Estadual da Assembleia de Deus na Bahia, Pastor Valdomiro Pereira, e, junto aos demais membros da diretoria da respectiva agremiação conversaram com Bolsonaro “sobre os nossos anseios e expectativas, não apenas para Igreja, mas para o Brasil e seu Povo”.

Na oportunidade, o presidente Bolsonaro conheceu o trabalho desenvolvido pela Assembleia de Deus Estado nas suas três esferas de atuação. “Espiritual, principalmente, no intuito de ganha almas para o reino de Deus”, revelou o pastor acrescentando as outras duas. “No social, onde desenvolvemos trabalhos de recuperação de pessoas das drogas, orfanatos e outros trabalhos e também na esfera política, pois como Igreja somos também uma organização com direitos e deveres”, completou o pastor que também é vice-presidente da CEADEB.

Quando questionado sobre o que te surpreendeu na visita, o pastor dos assembleianos feirenses não hesitou: “O presidente me surpreendeu pela forma descontraída que conversou conosco, pois, pelo cargo que ocupa, primeiro mandatário da Nação, eu esperava que ficasse um tanto reservado, o que não ocorreu”.

“Jair Bolsonaro é um homem simples”, continuou Pastor. “Ao chegar a Sala de Reuniões, onde já o aguardávamos, fez questão de cumprimentar a todos individualmente, indo ao local em que cada um estava , estendendo a mão, sempre solícito e sorridente, deixando-nos muito à vontade”, observou.

Após ouvirem e tomarem ciência dos sonhos do presidente Bolsonaro para o Brasil reconhecendo que a igreja evangélica brasileira tem contribuído muito para o sucesso do seu governo, o encontro foi encerrado com uma oração pelo presidente, seu governo e pelo Brasil.

Ao final, Bolsonaro fez uma observação sobre a importância da participação da igreja no cenário político em todas as instâncias, sobretudo no que tange à perseguição religiosa e a mordaça a cristãos protestantes em diversas partes do mundo, que o pastor Joeser guardou consigo pela importância da afirmação. O presidente disse aos presentes o seguinte: “Precisamos falar de politica hoje, para não sermos impedidos de falar de Deus amanhã”, afirmou o presidente que também assumiu o compromisso de estar presente no encontro estadual de pastores da CEADEB dia 3 de dezembro deste ano.

Portal Cidade Gospel, com informações do  jornalista Danilo Guerra 

OUTRAS NOTÍCIAS