Pastor destrói oferendas na Baixada Fluminense, e caso é registrado na polícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Praticantes do candomblé prestaram queixa na polícia contra o pastor evangélico Gledson Lima, que destruiu oferendas feitas por eles. O caso aconteceu no bairro Shangrilá, em Belford Roxo, Baixada Fluminense.

O caso é investigado pela Delegacia de Combate a Crimes Raciais e Delitos de Intolerância.

O terreiro de candomblé e a igreja Tenda dos Milagres, da qual o pastor faz parte, estão localizadas no mesmo bairro. Gledson gravou um vídeo destruindo as oferendas.

“Vamos quebrando em nome de Jesus. Quebra de maldição”, diz o pastor, enquanto estilhaça os recipientes usados nas oferendas.
Gledson afirmou que as oferendas foram quebras porque estavam em um terreno próximo ao sítio dele.

O líder religioso do terreiro, babalorixá Natan, negou essa versão. Ele alegou que as oferendas estavam em um lugar descampado, no alto de uma colina.

Segundo a Comissão de Combate a Crimes Raciais e de Intolerância, oito casos semelhantes já foram registrados em 2021 – quase todos contra religiões de matriz africana.

O RJ1 tentou contato com o pastor Gledson, mas ele não atendeu as ligações.

G1

OUTRAS NOTÍCIAS