Pastor é suspeito de filmar cliente por baixo do provador de loja

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Um pastor de 28 anos foi levado para a delegacia após uma cliente denunciar que ele a estava filmando por baixo do provador de uma loja em Jaraguá, a cerca de 120 km de Goiânia. Segundo a Polícia Militar, mulher contou que gritou por socorro e p homem saiu correndo.

Por não ter a identidade divulgada, o g1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito para que ele se posicionasse.

O caso aconteceu na terça-feira (14), em uma loja na Avenida JK. De acordo com a tenente da Polícia Militar Andréia Guimarães, a cliente disse que o homem já estava olhando para ela desde que entrou no comércio. Em seguida, ela contou que viu o celular no chão após entrar para experimentar uma roupa.

“Ela contou que ele esperou o momento em que ficaram apenas mulheres na loja para fazer a ação. Disse que quando viu o celular, ela gritou por socorro e ele saiu correndo. Ele disse para nossa equipe que é pastor”, contou a tenente.
Ainda de acordo com a Polícia Militar, o homem foi levado ao hospital municipal da cidade para relatório médico e encaminhado à delegacia.

Segundo o delegado Glênio Ricardo Alves, o homem negou o crime, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado. Ele pode responder pelo crime de registro não autorizado da intimidade sexual, que prevê pena de 6 meses a 1 ano de prisão.

G1 e foto da Policia Militar

OUTRAS NOTÍCIAS