Versículo do dia
Pode uma mulher esquecer-se tanto do filho que cria, que se não compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas, ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, me não esquecerei de ti. Eis que, na palma das minhas mãos, te tenho gravado; os teus muros estão continuamente perante mim.

Pastor neto de Billy Graham renuncia ao ministério após caso de duplo adultério e pede oração

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

pastor-tullian-tchividjianO pastor Tullian Tchividjian, 42 anos, neto do evangelista Billy Graham, renunciou ao seu posto à frente da Igreja Presbiteriana Coral Ridge, na Flórida (EUA), por causa de uma crise conjugal que resultou em um duplo adultério.

 

Tullian, que era o pastor sênior da igreja desde 2009, anunciou sua renúncia ao cargo e o início de um ano sabático para se dedicar à tentativa de reconciliação com sua esposa, Kim Tchividjian, com quem é casado há 21 anos.

 

O pastor admitiu que se envolveu com uma amiga depois de ter descoberto que sua esposa o havia traído: “Eu renunciei ao meu cargo na igreja por causa de problemas conjugais”, afirmou o pastor, em um comunicado.

 

“Como muitos de vocês sabem, ao voltar de uma longa viagem alguns meses atrás, eu descobri que minha esposa estava tendo um caso extraconjugal. À medida que tentei melhorar a relação com a minha mulher, acabamos nos separando. É lamentável e vergonhoso o que fiz, busquei consolo em uma amiga e comecei um relacionamento impróprio com ela. Na semana passada, fui abordado por nossos líderes da denominação, admiti o meu erro e decidi que o melhor era renunciar”, disse o pastor.

 

Tullian pediu um ano sabático à diretoria da igreja para se “concentrar exclusivamente no casamento e família”, disse o pastor, que frisou estar arrependido e precisar da oração dos membros para encontrar restauração para seu casamento.

 

“Tanto a minha esposa quanto eu estamos de coração partido por nossas ações e pedimos que orem por nós e nossa família, para que Deus nos dê a graça que precisamos para superar esta tempestade angustiante”, afirmou o pastor Tullian.

 

Um pastor da igreja apresentou um comunicado sobre o acontecido e afirmou que a denominação irá prestar toda a assistência possível a Tullian: “Alguns dias atrás, o pastor Tullian admitiu ter cometido uma falha moral, e reconheceu que suas ações o desqualificavam para o cargo que exercia como pastor e não poderia regar em púlpito, então renunciou imediatamente. Nós vamos ajudar o pastor Tullian e sua família neste momento difícil”, resumiu.

 

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS