Pelo “avanço do conservadorismo”, pastor Anderson Silva se filia ao PL de Bolsonaro

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on whatsapp

Ele ganhou fama nas mídias sociais ao anunciar a palavra de Deus numa linguagem mais voltada para o público jovem, mas sempre abordando de forma séria e cristocêntrica temas relevantes para a Igreja. Agora, pensando no “avanço do conservadorismo”, o pastor Anderson Silva pretende ingressar, também, na carreira política

O anúncio foi feito pelo próprio pastor através das suas redes sociais. Segundo o líder da Igreja em Movimento Vivo Por Ti, situada em Samambaia, Brasília, a sua intenção é defender pautas conservadoras alinhas ao atual governo do presidente Jair Bolsonaro.

Anderson objetivou a iniciativa dizendo que ela visa “cooperar com o avanço do conservadorismo em frentes sociais e humanitárias e continuar questionando a ética pastora em tantos assuntos omitidos”, declarou o pastor.

No meio teológico, a postura doutrinária do pastor Anderson também tem chamado atenção dos internautas. Recentemente, por exemplo, ele criticou duramente as figuras de Renallida Carvalho e Leonardo Sale, ambos influenciadores que se apresentam como lideranças religiosas no meio cristão.

Renallida e Leonardo são líderes da Igreja Pentecostal Tempo de Milagres (IPTM) e vivem divulgando conteúdos ao estilo “ostentação” em suas redes sociais, incluindo a solicitação de doações via PIX.

“Duas das perguntas mais feitas em meu Instagram: ‘O que o Pastor acha dos Pastores Renalida & Leonardo Sale?’. Jamais fui contundente nas respostas, pois não conhecia a fundo e o pouco que vi de falta de Bíblia, nenhuma base teológica no que fazem, espetáculos, ostentação, vaidade e manipulação profética já me fizeram nem saber quem são”, disparou o pastor Anderson recentemente.

Gospel +

OUTRAS NOTÍCIAS