Piracicaba exibe documentário sobre 1ª mulher negra na Igreja Protestante do Brasil

Foto: Divulgação/Prefeitura

O projeto Nhô Cine realiza o lançamento do documentário “Esquecendo Flora” na Biblioteca Municipal de Piracicaba (SP), nesta sexta-feira (25), às 19h. Dirigido por Beto Oliveira e Mayara Kristina Camargo, a obra aborda a história de Flora Blumer, primeira mulher negra a pertencer à Igreja Protestante no Brasil.

A narração se desenvolve a partir de entrevistas feitas com historiadores da região, com o objetivo de investigar os processos que acabaram apagando a memória oficial da contribuição de pessoas negras na história de Piracicaba. A Biblioteca fica na Rua Saldanha Marinho, 333, no Centro. A entrada para documentário é gratuita.

Flora Maria Blumer de Toledo foi uma mulher negra que foi alforriada por Martha Watts, em 1881, e trabalhou por anos no Colégio Piracicabano, se transformando na primeira mulher negra a ser aceita como membra em uma Igreja Protestante no Brasil, em uma época que as igrejas eram segregadas.

As pesquisas para o longa começaram em 2019 e mostram como a pesquisa oficial por personalidades negras foi sistematicamente apagada. “O que temos hoje da pesquisa de documentação histórica é um reflexo de uma época onde as pessoas negras apareciam em registros de compra e venda, registros policiais, cartas de alforria e certidão de morte”, comentou Beto Oliveira.

G1

OUTRAS NOTÍCIAS